O que é Tesouro Direto ?

         Tesouro direto foi criado pela secretaria do tesouro nacional, para investir no tesouro direto é necessário ser pessoa física, ter CPF e possuir uma conta em uma instituição financeira e no mínimo 30 reais para começar a investir.

          Todas as transações são feitas pela internet, ao investir nesses títulos, você empresta dinheiro para o governo federal, e ele investe em melhorias como: saúde, educação e infra estrutura. E em troca você recebe uma remuneração por esse empréstimo, esses investimentos são considerados de menor risco do mercado, pois são 100% garantido pelo tesouro nacional. Independentemente do valor aplicado o rendimento do seu dinheiro, vai depender do título escolhido e se a remuneração é pré- fixada ou pós-fixada.

       A remuneração pré-fixada é definida no momento do investimento, isso significa que você sabe exatamente o valor que irá receber se ficar com o título até a data do vencimento. Já a remuneração pós-fixada é composta por uma taxa de juros pré definida ,mas a variação do indexador ou apenas a variação do indexador ,sendo os mais comuns a taxa SELIC e o IPCA.

       De acordo com o título você pode escolher entre receber os juros em parcelas semestrais ou acumulados no vencimento do título. Existem diversos títulos de curto, médio e longo prazo. Por isso é importante saber por quanto tempo você deseja manter o seu dinheiro investido, e escolher o título mais adequado ao seu objetivo.

     Independentemente do prazo, os títulos possuem liquidez diária isso significa que é possível realizar o resgate antecipado ou a qualquer momento, pois o governo garante a recompra dos títulos. Caso você resgate seu investimento antes da data do vencimento, pode acontecer que o tesouro nacional pagará o valor que o título está sendo negociado no dia.

      É importante saber que o valor, pois como foi falado anteriormente, para receber exatamente o que foi contratado é necessário levar o título até o vencimento, como qualquer outro investimento existem custos como a taxa de administração da instituição financeira e a taxa de custódia.